Tratamento da Retinopatia Diabética

  • Tratamento da Retinopatia Diabética

    A retinopatia diabética é uma das principais causas de cegueira em todo o mundo, junto com o glaucoma e a catarata. Ao contrário de outras doenças, ainda não pode ser efetivamente tratada em seus estágios avançados.

    O surgimento de novos diabéticos tem aumentado exponencialmente em especial nos países em desenvolvimento. Estima-se que 6% da população brasileira seja diabética. Destes, 50% apresentam retinopatia diabética, cerca de 4,5 milhões de pessoas.

    Com os novos tratamentos da doença há aumento de sobrevida destes doentes e consequente surgimento de complicações do diabetes prolongado.

    O diabetes é uma doença crônica, com alterações vasculares progressivas, que afetam a circulação da retina, tecido que reveste o fundo do olho, responsável pela nossa visão. Ocorrem extravasamento de líquido(edema), hemorragias, depósito de gorduras na retina e hemorragias mais severas no interior do olho.

    Alguns diabéticos podem ter retinopatia sem apresentarem prejuízo visual inicial. Isto porque a mácula, área de visão central, utilizada para leitura e visão de detalhes ainda não foi acometida. Outros pacientes, no entanto, tem sua visão comprometida desde o inicio da retinopatia. Muitas vezes o diagnóstico do diabetes se dá através do exame do fundo de olho, no consultório do oftalmologista.

    O controle clínico adequado do diabetes é importante na prevenção da doença ocular. Acompanhamento periódico com o oftalmologista é importante para detectar o surgimento da retinopatia e garantir a eficácia do tratamento, feito através do laser de argônio. É fundamental que este tratamento se inicie precocemente para que melhores resultados sejam obtidos.

AOS NOSSOS AMIGOS E CLIENTES

Comunicamos que devido as festas de final de ano estaremos em recesso a partir de 21/12/2018 retornando as atividades normais em 02/01/2019

DESEJAMOS A TODOS BOAS FESTAS

EQUIPE DERMAVISUS
DERMATOLOGIA E OFTAMOLOGIA